• Notícias de Última Hora

    quarta-feira, 2 de agosto de 2017

    MDS investe mais de R$ 4 milhões para apoiar PAA no Rio Grande do Norte

    O Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) entregou, nesta terça-feira (25), 60 veículos com baú refrigerado, 125 balanças, 44 computadores e 60 impressoras para apoiar o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) em 60 municípios do Rio Grande do Norte. 
    Nesta ação, serão investidos R$ 4,2 milhões para modernizar as Unidades de Distribuição da Agricultura Familiar (Udaf). O valor total do contrato com o governo estadual é de R$ 9 milhões.
    Ao participar da solenidade de entrega em Natal (RN), o secretário-executivo da pasta, Alberto Beltrame, destacou que a agricultura familiar é uma das grandes ferramentas para a inclusão produtiva e emancipação das famílias.
    “A entrega desses equipamentos vai facilitar a comercialização e o acesso do consumidor final a produtos de qualidade. É uma forma virtuosa de promover o desenvolvimento, gerar renda para o agricultor e beneficiar as pessoas que vão receber os alimentos”, afirmou. O secretário nacional de Segurança Alimentar e Nutricional do MDS, Caio Rocha, também participou da cerimônia promovida no Centro Administrativo do Estado, na Escola de Governo Cardeal Dom Eugênio de Araújo Sales.
    Para o governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, a parceria com o governo federal vai fortalecer a economia local. “Hoje completamos 100 municípios atendidos, ou seja, mais de dois terços das cidades do Estado. É um marco histórico que demonstra a preocupação com a área rural, com o incentivo ao agricultor familiar e com garantia da comercialização dos seus produtos”. 
    Mercado garantido – Os alimentos entregues nas Udafs são adquiridos da agricultura familiar por meio do PAA. Coordenado pelo MDS, o programa compra os produtos dos agricultores locais, o que garante mercado para a agricultura familiar e incentiva as famílias a continuarem no campo.
    Os produtos adquiridos são doados às pessoas em insegurança alimentar, por meio da rede socioassistencial, restaurantes populares, cozinhas comunitárias, bancos de alimentos e da rede pública e filantrópica de ensino.
     Em 2016, foram investidos R$ 9 milhões na compra de 3 mil toneladas de produtos de 1,7 mil agricultores no Rio Grande do Norte. Com isso, 804 entidades socioassistenciais receberam alimentos de qualidade.

    Nenhum comentário :

    Twitter

    -->

    Culture