• Notícias de Última Hora

    quarta-feira, 16 de agosto de 2017

    O encontro de Moro com Cármen Lúcia

    MORO - Encontro-relâmpago com Cármen Lúcia (Heitor Feitosa/VEJA.com)
    O juiz federal Sérgio Moro e a ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), trocaram um rápido diálogo nos corredores do hotel que abrigou um evento promovido pela Rádio Jovem Pan, nesta terça-feira, em São Paulo. Moro caminhava em direção à saída, cercado por seguranças e longe das câmeras, quando foi informado de que Cármen Lúcia havia chegado ao local para um painel posterior ao dele. O magistrado fez questão de cumprimentá-la, ao que travaram a seguinte conversa:
    – Ministra, estou preocupado com a votação da segunda instância no Supremo _, disse o juiz da Lava Jato.
    – Eu não mudei (o posicionamento) desde 2009_, respondeu a presidente da Corte.
    – Não estou preocupado com o voto da senhora, mas com o de outros ministros_, devolveu Moro.
    Ao que Cármen Lúcia o tranquilizou:
    – Acho que você vai ter boas notícias.

    (Em outubro do ano passado, o Supremo entendeu – por 6 votos contra 5 – que um condenado deve começar a cumprir a pena a partir de decisão da segunda instância. Porém, recentemente, o ministro Gilmar Mendes sinalizou que poderia mudar sua posição, além da chegada de outro membro à Corte, Alexandre de Moraes. Como o placar foi apertado, o caso poderia voltar a ser discutido. Se a regra fosse alterada, impactaria substancialmente a Lava Jato).

    Nenhum comentário :

    Twitter

    -->

    Culture