• Notícias de Última Hora

    terça-feira, 19 de setembro de 2017

    Gol de mão de Jô leva CBF a antecipar árbitro de vídeo no Campeonato Brasileiro

    O erro da arbitragem no jogo Corinthians x Vasco, neste domingo (17), ao não invalidar o gol de Jô com a mão, que determinou a vitória corintiana por 1x0, levou a Confederação Brasileira de Futebol  (CBF) a anunciar hoje (18) que vai antecipar o uso de árbitro de vídeo nas partidas do Campeonato Brasileiro da Série A, previsto para as rodadas finais da competição.

    A notícia foi divulgada na página da CBF na internet e diz que “em função da incidência de erros recentes que poderiam ser evitados com a utilização da tecnologia, o presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, reuniu a equipe, nesta segunda-feira, e determinou que o árbitro de vídeo seja aplicado o quanto antes nas partidas do Brasileirão – Série A”.

    Como a nota informa que medida deve ser aplicada “o quanto antes”, não há data prevista para entrar em vigor. Segundo a CBF, ao longo deste ano, representantes da entidade e árbitros brasileiros participaram de treinamentos teóricos e práticos sobre o tema, incluindo a capacitação que vem sendo feita desde a semana passada na sede da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), em Assunção, no Paraguai.

    Fim de semana

    De acordo com a CBF, o presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, Marcos Marinho, está trabalhando para acertar os detalhes e viabilizar o árbitro de vídeo o mais rápido possível. O árbitro de vídeo poderá ser adotado já na 25ª rodada da série A, no próximo fim de semana, a menos que não haja condições técnicas para que todos os jogos contem com o recurso.

    Embora o diretor de arbitragem tenha admitido que houve o erro da equipe que atuou na partida, ao não assinalar o toque de mão de Jô no gol do Corinthians, Marinho garantiu que não haverá punição ao árbitro e seus auxiliares, entre eles Eduardo Tomaz de Aquino Valadão, que estava atrás do gol do Vasco, a poucos metros de Jô, e não alertou o juiz Elmo Alves Resende Cunha sobre a infração.

    Campeonato

    Com o gol irregular e a vitória, o Corinthians voltou a disparar na liderança da série A, agora com 53 pontos, dez a mais que o segundo colocado, o Grêmio (43). Nesta segunda-feira, a 24ª rodada foi encerrada com o jogo Palmeiras 1 x 0 Coritiba, gol de Jean no primeiro tempo. Com o resultado, o Palmeiras, somou 40 pontos e está em 4º lugar, enquanto o Coritiba, com 27 pontos, ocupa a 18ª colocação, na zona de rebaixamento.

    A classificação geral é a seguinte: 

    • 1º Corinthians, 53 pontos; 
    • 2º Grêmio, 43; 
    • 3º Santos, 41; 
    • 4º Flamengo, 38; 
    • 5º Palmeiras, 37; 
    • 6º Cruzeiro, 37; 
    • 7º Botafogo, 37; 
    • 8º Atlético PR, 34; 
    • 9º Vasco, 31; 
    • 10º Atlético MG,31; 
    • 11º Fluminense, 31; 
    • 12º Sport, 29; 
    • 13º Avaí, 29; 
    • 14º Chapecoense, 28; 
    • 15º Ponte Preta, 28; 
    • 16º, Bahia, 27; 
    • 17º São Paulo, 27; 
    • 18º Coritiba, 27; 
    • 19º Vitória, 26; 
    • 20º Atlético GO, 22.


    A 25ª rodada marcada para o próximo fim de semana tem os seguintes jogos: 
    Flamengo x Avaí; 
    Santos x Atlético PR; 
    São Paulo x Corinthians; 
    Fluminense x Palmeiras; 
    Coritiba x Botafogo; 
    Atlético GO x Cruzeiro; 
    Chapecoense x Ponte Preta; 
    Atlético MG x Vitória e 
    Bahia x Grêmio. 

    Na segunda-feira (25), a rodada será encerrada com o jogo: 
    Sport x Vasco.

    Multa

    Nesta segunda-feira, o Flamengo foi multado em R$ 40 mil pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), pelas brigas e outros incidentes ocorridos no primeiro jogo da final da Copa do Brasil, no Maracanã, no dia 7 de setembro.

    Por maioria de votos dos auditores (3x1), o tribunal puniu o clube com base no Artigo 213, Inciso I, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, mas recusou o pedido da Procuradoria para aplicar também a punição de perda de até dez mandos de campo pelos incidentes, prevista no Parágrafo 1º do mesmo artigo. A defesa do Flamengo diz que vai recorrer da punição.

    Nenhum comentário :

    Twitter

    -->

    Culture