• Notícias de Última Hora

    sábado, 30 de setembro de 2017

    Liturgia da Palavra de hoje (30)

    Primeira Leitura (Zc 2,5-9.14-15a)
    Leitura da Profecia de Zacarias.
    5Levantei os olhos e eis que vi um homem com um cordel de medir na mão. 6Perguntei-lhe: “Aonde vais?” Respondeu-me: “Vou medir Jerusalém, para ver qual é a sua largura e o seu comprimento”.
    7Eis que apareceu o anjo que falava em mim, enquanto lhe vinha ao encontro outro anjo, 8que lhe disse: “Corre a falar com esse moço, dizendo: A população de Jerusalém precisa ficar sem muralha, em vista da multidão de homens e animais que vivem no seu interior. 9Eu serei para ela, diz o Senhor, muralha de fogo a seu redor, e mostrarei minha glória no meio dela. 14Rejubila, alegra-te, cidade de Sião, eis que venho para habitar no meio de ti, diz o Senhor. 15aMuitas nações se aproximarão do Senhor, naquele dia, e serão o seu povo. Habitarei no meio de ti”.
    - Palavra do Senhor.
    - Graças a Deus.

    Responsório (Jr 31,10-13)
    — O Senhor nos guardará qual pastor a seu rebanho.
    — O Senhor nos guardará qual pastor a seu rebanho.
    — Ouvi, nações, a palavra do Senhor e anunciai-a nas ilhas mais distantes: Quem dispersou Israel, vai congregá-lo, e o guardará qual pastor a seu rebanho!
    — Pois, na verdade, o Senhor remiu Jacó e o libertou do poder do prepotente. Voltarão para o monte de Sião, entre brados e cantos de alegria afluirão para as bênçãos do Senhor:
    — Então a virgem dançará alegremente, também o jovem e o velho exultarão; mudarei em alegria o seu luto, serei consolo e conforto após a guerra.

    Evangelho (Lc 9,43b-45)
    — O Senhor esteja convosco.
    — Ele está no meio de nós.
    — Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
    — Glória a vós, Senhor.
    Naquele tempo, 43btodos estavam admirados com todas as coisas que Jesus fazia. Então Jesus disse a seus discípulos: 44“Prestai bem atenção às palavras que vou dizer: O Filho do Homem vai ser entregue nas mãos dos homens”. 45Mas os discípulos não compreenderam o que Jesus dizia. O sentido lhes ficava escondido, de modo que não podiam entender; e eles tinham medo de fazer perguntas sobre o assunto.
    — Palavra da Salvação.
    — Glória a vós, Senhor.

    Homilia
    Por que os discípulos de Jesus não compreendiam o que Ele falava? Por que nós, discípulos de Jesus dos dias de hoje, muitas vezes, não compreendemos o que Ele fala? Por que o sentido fica escondido, obscuro, não compreendido? Por que deixamos assim mesmo? Por que também temos medo de fazer perguntas?
    Para compreender o Reino de Deus, é preciso entrar na lógica e na dinâmica dele, é preciso ter a mentalidade do Reino, porque, quando não a temos, tudo o que vem de Deus se torna obscuro e de difícil compreensão.
    O mundo não compreende a Palavra; e se a nossa mentalidade for mundana, também criaremos rejeição e seremos incapazes de compreender aquilo que vem de Jesus. Por isso, muitos se rebelam e se opõem ao que não conhecem nem compreendem; opõem-se àquilo que não sabem o que é. Até mesmo nós, que estamos, muitas vezes, na caminhada, não compreendemos as palavras de Jesus e ficamos na obscuridade. Então, concordamos com aquilo que é conveniente e discordamos daquilo que nos incomoda; e boa parte deixamos na ignorância por não conhecer.
    Por que não conhecemos? Porque não nos convertemos, não mudamos a nossa mentalidade, porque a mentalidade do mundo é pagã e, muitas vezes, impregna nossos conhecimentos. Estamos sendo conduzidos por uma mentalidade que nos leva a pensar como este mundo, e este não pensa de acordo com o Reino de Deus, de acordo com aquilo que é a vontade do Senhor.
    O mundo, muitas vezes, opõe-se àquilo que é de Deus, por isso ele é regido não pela força divina, mas pela força do maligno. Deixemo-nos ser conduzidos por Jesus, deixemo-nos convencer e converter pela mensagem do Reino, para que a nossa mentalidade não seja pagã, para que não fiquemos na obscuridade, mas caminhemos na verdade e na luz da Palavra.
    Deus abençoe você!

    Nenhum comentário :

    Twitter

    -->

    Culture