Nova procuradora deve reexaminar processos em andamento

O ministro Gilmar Mendes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, declarou que a nova procuradora-geral da República, Raquel Dodge, que tomou posse nesta manhã, deve reexaminar processos em andamento, como a denúncia de organização criminosa e obstrução da Justiça contra o presidente Michel Temer.
“Certamente, haverá revisões. Não vou dar opinião sobre isso. Certamente, a procuradora-geral vai fazer uma reanálise de todos os procedimentos que estão à sua disposição, de maneira natural ou provocada, para evitar erros e equívocos que estavam se acumulando”, disse o ministro.
Gilmar Mende assistiu à posse de Raquel e revelou que ficou impressionado com o discurso da nova procuradora, onde Raquel Dodge além de assegurar o empenho com agendas como a de defesa dos direitos humanos, R”enfatizou que investigações têm que ser feitas dentro dos devidos marcos legais, do devido processo legal.”
O presidente do TSE e ministro do Supremo Tribunal Federal não perdeu a oportunidade de alfinetar o Rodrigo Janot, considerando seu mandato como ineficiente. “Eu tenho a impressão de que, ao fim e ao cabo, tivemos muitos tumultos, muitos desacertos. Os episódios últimos, envolvendo a delação da JBS, creio que mostram bem isso, umas certas – vamos chamar assim – trapalhadas, umas certas perplexidades, que resultaram em ineficiência do próprio trabalho da PGR [Procuradoria-Geral da República]”, afirmou o ministro.
Nova procuradora deve reexaminar processos em andamento Nova procuradora deve reexaminar processos em andamento Reviewed by Ricardo Adriano on setembro 19, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário

Teste Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste