Após 13 anos, Brasil deixa o Haiti entre paz frágil e miséria

Brasil deixa missão no Haiti
Minustah (missão de paz da ONU no Haiti), cujo comando militar era do Brasil, termina oficialmente neste domingo (15), depois de 13 anos.

Os militares brasileiros já deixaram o país, que vive hoje uma paz frágil e segue enfrentando a miséria e as doenças.

Moradores ouvidos pela Folha divergem sobre o trabalho dos brasileiros. Para uns, ajudou a proteger a população; para outros, o uso de força foi excessivo.




Após 13 anos, Brasil deixa o Haiti entre paz frágil e miséria Após 13 anos, Brasil deixa o Haiti entre paz frágil e miséria Reviewed by Ricardo Adriano on outubro 15, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário

Teste Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste