Profissionais de saúde, educação e assistência social participam de oficina de prevenção ao suicídio em Caraúbas - Sociedade Ativa

Novidades

Post Top Ad

Post Top Ad

sábado, 7 de outubro de 2017

Profissionais de saúde, educação e assistência social participam de oficina de prevenção ao suicídio em Caraúbas

Tema que preocupa a todos os setores 
Os profissionais da área da saúde, educação e assistência social participaram de uma oficina de prevenção ao suicídio com os psicólogos da assistência social da Prefeitura Municipal de Caraúbas- RN.

 A oficina aconteceu no auditório da Prefeitura Municipal “Palácio Jonas Gurgel” por volta das 09h na última quinta-feira (28).

Na oportunidade alguns profissionais ministraram a oficina para o público presente, como o psicólogo João Valério do Centro de Atenção Psicossocial de Caraúbas, que ministrou juntamente com o agente de endemias Sênio Gurgel,  Rosângela Sinésio da secretaria de educação, representando o Centro de Referência Especializado de Assistência Social – Creas advogada Afra kaliane, Wilton Abrantes psicólogo do Centro de Referência de Assistência Social – Cras  e  a assistente social da Proteção especial Patrícia Rayanne da Secretaria Municipal do Trabalho e assistência Social – SEMTAS.

 No momento da discussão o psicólogo João Valério do Centro de Atenção Psicossocial - Caps falou sobre a importância de combater este mal que está adentrando os lares. 

Segundo João Valério o objetivo da oficina foi construir um canal de identificação eficiente relacionado ao suicídio onde é extremamente importante e essa articulação entre as três áreas saúde, educação e assistência foi primordial. Continuando sua fala explanou sobre a importância de trabalhar junto com a família da pessoa que está com problemas de depressão e que estão vulneráveis levando a prática do suicídio.

“Acreditamos que com a articulação da rede seja uma forma eficaz de prevenir o suicídio, faremos outros encontros sobre a temática pois é um problema vivido não só no setembro amarelo, mas que está na sociedade há muito tempo” enfatizou João Valério.

Para a assistente social da Proteção especial Patrícia Rayanne   é essencial essa articulação entre as redes, pois o elo pode ajudar a salvar vidas.


Assessoria de Comunicação

Nenhum comentário:

Post Down Ad