Temer defende reuniões e diz que denúncia tem origem ‘criminosa’

Presidente Michel Temer durante o lançamento do plano Progredir, em Brasília – 26/09/2017
Por meio da sua conta oficial no Twitter, o presidente Michel Temer (PMDB) defendeu as 42 reuniões com deputados federais que terá ao longo desta terça-feira, identificadas por críticos como um esforço de convencimento para barrar a segunda denúncia contra ele apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR), que o acusa de obstrução de Justiça e de pertencimento à organização criminosa.
O presidente afirmou que tem o “dia cheio de reuniões com parlamentares” e que “o diálogo é fundamental para a harmonia entre os poderes, rejeitando a associação entre os encontros e a tramitação da denúncia. “É uma rotina que sempre tive”, escreveu na rede social.
Michel Temer também elevou ainda mais o tom contra a acusação, que classificou de “inepta e sem sentido”, atribuída a “uma associação criminosa que quer parar o país”. A denúncia foi formulada nos últimos dias da gestão do ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot, desafeto do peemedebista, com base em diversas delações, em especial as prestadas pelos executivos do grupo J&F e pelo operador financeiro Lúcio Funaro.
A afirmação de que a proposta da denúncia partiu de criminosos não foi o único recado forte do presidente contra Janot. Em mensagem publicada na sequência, Michel Temer diz que “o Brasil não será pautado pela irresponsabilidade e falta de compromisso de alguém que se perdeu pelas próprias ambições”.
Para que a Câmara dos Deputados autorize o Supremo Tribunal Federal (STF) a processar o presidente, é necessário o apoio, em plenário, de 342 dos 513 parlamentares, enquanto Temer só necessita que 172 votem contra ou se abstenham no dia da análise da acusação. Neste momento, a acusação ainda tramita na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que receberá a defesa do presidente e elaborará um parecer ao restante dos deputados, sob a relatoria de Bonifácio de Andrada (PSDB-MG).
Temer defende reuniões e diz que denúncia tem origem ‘criminosa’ Temer defende reuniões e diz que denúncia tem origem ‘criminosa’ Reviewed by Ricardo Adriano on outubro 03, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário

Teste Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste