• Notícias de Última Hora

    domingo, 12 de novembro de 2017

    Programa Criança Feliz é tema do Papo Social

    O Criança Feliz foi o assunto abordado no Papo Social desta quinta-feira (9). Nesta edição do programa – transmitido ao vivo na página do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) no Facebook –, a diretora de Atenção à Primeira Infância do ministério, Ely Harasawa, respondeu a dúvidas dos internautas sobre as visitas domiciliares. Ela também explicou como o programa federal pode influenciar na vida das crianças.
     Com pouco mais de um ano, o Criança Feliz já acompanha mais de 100 mil crianças e gestantes semanalmente. Além disso, mais de mil municípios contam com visitas domiciliares.
     O programa promove o desenvolvimento integral de crianças de 0 a 3 anos beneficiárias do Bolsa Família e as de até 6 anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC). Com ações nas áreas de saúde, assistência social, educação, justiça e cultura, a iniciativa orienta as famílias sobre a melhor maneira de estimular os filhos. A expectativa do governo federal é atender quatro milhões de crianças até 2018.
     Segundo Ely, o principal objetivo é ajudar as famílias na promoção do desenvolvimento saudável, integral e integrado das crianças, levando em consideração estudos que apontam que os primeiros mil dias de vida são determinantes para a boa formação dos sistemas nervoso e imunológico infantil. “Com o estímulo adequado nessa fase, a criança terá a chance de se tornar um adulto saudável tanto no aspecto físico quanto no emocional”.
     Na entrevista, Ely destacou o papel fundamental do visitador. “Ele é o agente que respeita a família que está sendo atendida e, ao mesmo tempo, orienta sobre o tipo de atividade adequada a cada faixa etária, sobre o que a família pode fazer para estimular a criança, entre outras atividades”.
     O Papo Social é uma produção da Assessoria de Comunicação do MDS. No programa, os convidados respondem a questões específicas sobre temas relacionados à pasta. Para sugerir os assuntos a serem abordados, deixe uma mensagem na página do MDS no Facebook.

    Nenhum comentário :

    Twitter

    -->

    Culture