Submarino argentino com 44 tripulantes está desaparecido no Atlântico Sul

O submarino San Juan,
da Armada Argentina,
que está desaparecido
desde quarta-feira.
Divulgação: Armada Argentina
O Chile, os Estados Unidos e o Reino Unido ofereceram ajuda à Argentina, nesta sexta-feira (17), na busca do submarino militar San Juan. A embarcação, com 44 tripulantes a bordo, perdeu contato com a terra na quarta-feira (15).

O submarino partiu de Ushuaia, no extremo sul da Argentina, rumo a Mar del Plata, a 400 quilômetros da capital, Buenos Aires. O porta-voz da Marinha argentina, Enrique Balbi, disse que não ha indícios de que a embarcação tenha afundado. Segundo o porta-voz, pode ter havido falha nos sistemas de comunicação ou propulsão.

“O San Juan funciona com baterias elétricas que é preciso recarregar com regularidade”, explicou Balbín, acrescentando que a última comunicação com o submarino ocorreu na quarta-feira (15) de manhã.

As buscas começaram às 22h de quinta-feira (16) numa área que, segundo Balbi, é grande. O submarino navegava a cerca de 430 quilômetros da costa argentina. Os ventos fortes, que poderão chegar a 90 quilômetros por hora, e a previsão de um temporal, dificultam as operações.
Submarino argentino com 44 tripulantes está desaparecido no Atlântico Sul Submarino argentino com 44 tripulantes está desaparecido no Atlântico Sul Reviewed by Ricardo Adriano on novembro 17, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário

Teste Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste