• Notícias de Última Hora

    segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

    Família passa semanas com o corpo do filho em casa, na Espanha

    Quando, em 5 de janeiro de 2016, os agentes da polícia da Catalunha entraram na casa dos Hopkins em Gerona, no nordeste da Espanha, ficaram impressionados.
    Eles tinham ido até o local a pedido da proprietária do imóvel, que reclamou que a família não estava pagando o aluguel.
    Os Mossos D'Esquadra, como é chamada a polícia da Catalunha, não imaginavam que encontrariam um cadáver em estado avançado de decomposição de uma criança de oito anos. Era Caleb, um dos três filhos do casal americano Bruce e Schrell Hopkins.
    O mau cheiro que dominava todos os cômodos levava a crer que a criança morrera havia dias.
    Surpreendentemente, ao responderem às perguntas dos agentes, os pais disseram acreditar que a criança não estava morta, mas dormindo.
    Posteriormente, a autópsia revelou que Caleb estava morto havia pelo menos um mês quando a polícia encontrou seu corpo.
    Na ocasião, os agentes ficaram surpresos ao verificar que, enquanto o piso inferior da casa parecia abandonado, no superior, o restante da família parecia seguir sua rotina diária junto ao corpo de Caleb.

    Nenhum comentário :

    Twitter

    -->

    Culture