Adbox
Tecnologia do Blogger.

Liturgia da Palavra de hoje (8)

Primeira Leitura (Is 42,1-4.6-7)
Livro do profeta Isaías.
Assim fala o Senhor: 1“Eis o meu servo — eu o recebo; eis o meu eleito — nele se compraz minh’alma; pus meu espírito sobre ele, ele promoverá o julgamento das nações. 2Ele não clama nem levanta a voz, nem se faz ouvir pelas ruas. 3Não quebra uma cana rachada nem apaga um pavio que ainda fumega; mas promoverá o julgamento para obter a verdade. 4Não esmorecerá nem se deixará abater, enquanto não estabelecer a justiça na terra; os países distantes esperam seus ensinamentos. 6Eu, o Senhor, te chamei para a justiça e te tomei pela mão; eu te formei e te constituí como o centro de aliança do povo, luz das nações, 7para abrires os olhos dos cegos, tirar os cativos da prisão, livrar do cárcere os que vivem nas trevas”.
- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.

Responsório (Sl 28)
— Que o Senhor abençoe, com a paz, o seu povo!
— Que o Senhor abençoe, com a paz, o seu povo!
— Filhos de Deus, tributai ao Senhor, tributai-lhe a glória e o poder! Dai-lhe a glória devida ao seu nome; adorai-o com santo ornamento!
— Eis a voz do Senhor sobre as águas, sua voz sobre as águas imensas! Eis a voz do Senhor com poder! Eis a voz do Senhor majestosa!
— Sua voz no trovão reboando! No seu templo os fiéis bradam: “Glória!” É o Senhor que domina os dilúvios, o Senhor reinará para sempre!

Segunda Leitura (At 10,34-38)
Livro dos Atos dos Apóstolos.
Naqueles dias, 34Pedro tomou a palavra e disse: “De fato, estou compreendendo que Deus não faz distinção entre as pessoas. 35Pelo contrário, ele aceita quem o teme e pratica a justiça, qualquer que seja a nação a que pertença. 36Deus enviou sua palavra aos israelitas e lhes anunciou a Boa-Nova da paz, por meio de Jesus Cristo, que é o Senhor de todos. 37Vós sabeis o que aconteceu em toda a Judéia, a começar pela Galileia, depois do batismo pregado por João: 38como Jesus de Nazaré foi ungido por Deus com o Espírito Santo e com poder. Ele andou por toda a parte, fazendo o bem e curando a todos os que estavam dominados pelo demônio; porque Deus estava com ele.
- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.

Evangelho (Mc 1,7-11)
— O Senhor esteja convosco!
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor!
Naquele tempo, 7João Batista pregava, dizendo: “Depois de mim virá alguém mais forte do que eu. Eu nem sou digno de me abaixar para desamarrar suas sandálias. 8Eu vos batizei com água, mas ele vos batizará com o Espírito Santo”. 9Naqueles dias, Jesus veio de Nazaré da Galileia, e foi batizado por João no rio Jordão. 10E logo, ao sair da água, viu o céu se abrindo, e o Espírito, como pomba, descer sobre ele. 11E do céu veio uma voz: “Tu és o meu Filho amado, em ti ponho meu bem-querer”.
— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

Homilia
Hoje, celebramos a Festa do Batismo de Jesus. Estamos adorando e reconhecendo Jesus sendo batizado. E por que Ele foi batizado? Para abrir “as portas” do Jordão, para que todos nós fôssemos, também, batizados.
Jesus nos deu um exemplo a seguir, mas, Ele mesmo recebeu o batismo do Alto. Alguns acham que o batismo é somente para nos lavar do pecado. Jesus não tinha pecado, entretanto, o batismo é uma imersão na graça, uma imersão no Espírito; é a grande unção que recebemos de Deus para a missão.
Somos mandados para o mundo em que estamos e muitos perguntam o que vamos fazer neste mundo. Vamos levar a graça de Deus para esse mundo, por isso, somos batizados ainda crianças, porque, já como crianças recebemos a unção, o envio de Deus, para que testemunhemos no mundo a presença e o amor de Deus entre nós.
No batismo de Jesus, toda a Trindade está presente, é o Espírito que desce sobre Jesus em forma de pompa, e o Pai se manifesta: “Esse é o meu filho amado”. No batismo nos tornamos os filhos amados de Deus, o Espírito desce sobre nós e somos incorporados a Jesus, nosso Mestre e Salvador.
É importante, no dia de hoje, tomarmos consciência da nossa unção batismal, do batismo que todos nós recebemos. Não é uma simples recordação: “Um dia eu fui batizado. Meus padrinhos de batismo. A água desceu sobre mim”. Lembrem-se que foi o dia mais importante da nossa vida, foi o dia da graça e da unção.
É preciso revitalizar, revigorar, botar a força, a graça, e tudo aquilo que o batismo realizou em nossa vida, para vivermos no mundo como batizados, como pessoas que foram imersas na graça de Deus.
Se o mundo não está transformado, se a nossa família não está transformada e nem renovada, é porque não tomamos consciência do nosso batismo e nem levamos com a seriedade necessária o batismo que recebemos.
Vivamos cada dia como batizados, e a graça de Deus estará sobre nós.
Deus abençoe você!
Share on Google Plus

Sobre Ricardo Adriano

Sou pedagogo de formação, amo música, livros, poesias, trabalho com jardinagem e tudo um pouco, já fiz "um pouco". Sou amante da vida, da informação, das notícias que são levadas a você leitor (a). Estamos aqui para interagir. Obrigado por acessar este espaço.

0 comentários: