Adbox
Tecnologia do Blogger.

Dilma sugere prisão de Sérgio Moro e pode ser surpreendida com ação do juiz


Conforme informações da revista Veja, mais um processo da Operação Lava Jato chega ao fim e em poucos dias, o juiz federal Sérgio Moro dará uma sentença que pode abalar a presidente cassada #Dilma Rousseff.

A petista acabou tendo uma atitude de revolta e criticou o magistrado durante entrevista para o site "Sul 21". Na entrevista, ela ataca Sérgio Moro dizendo que a divulgação de sua conversa com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, autorizada pelo juiz e enquanto ela estava na Presidência, não deveria ter ocorrido. Na época, foi divulgado à imprensa um diálogo constrangedor entre Dilma e Lula, que se tratava da nomeação de Lula para ministro e assim ele teria o foro privilegiado, se livrando das mãos de Moro.

De acordo com a petista, a atitude de Moro feriu a Constituição e em qualquer país do mundo, o responsável por essa divulgação seria preso. Ela declarou que Moro deveria estar na cadeia e submetido a tribunais de exceção.

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) pensou diferente da ex-presidente e ressaltou que a prática era aceitável, já que decorria de um processo excepcional da Lava Jato.

Sentença de Moro
O juiz Sérgio Moro possui em mãos uma sentença que pode complicar a vida de Dilma Rousseff e, com certeza, ele lembrará dos ataques dela contra sua pessoa.

Moro juntou as provas e já tem pronta a sentença do ex-presidente da Petrobras e Banco do Brasil, Aldemir Bendine. No processo em que ele está envolvido, o Ministério Público Federal afirma que Bendine recebeu mais de R$ 3 milhões em propina da Odebrecht para facilitar contratos fraudulentos entre a construtora e a estatal petrolífera.

Quem delatou toda essa propina foi o empresário Marcelo Odebrecht.

Bendine foi preso no meio do ano passado e chegou a pedir que seu processo seja analisado por outro tribunal, afirmando que o juiz é incompetente.

Relação com Dilma
A presidente cassada foi a responsável em colocar Bendine na presidência da Petrobras em 2015, bem na época em que os roubos na estatal já estavam começando a ganhar força e se tornando públicos.

Bendine era muito ligado a Dilma e Lula. Um fato que não foi levado a sério quando a ex-presidente o nomeou foi quando surgiu a informação que ele, mesmo presidente do Banco do Brasil, havia comprado uma casa por R$ 150 mil (metade do que valia) e com dinheiro vivo. Ele afirmou em 2010 que guardava dinheiro em casa.

Conforme informações de Lauro Jardim, do jornal O Globo, é muito estranho um presidente de banco não confiar na própria instituição em que ele comanda.
Reproduzido por MassapeCeara.Com|Créditos: Blasting News
Share on Google Plus

Sobre Ricardo Adriano

Sou pedagogo de formação, amo música, livros, poesias, trabalho com jardinagem e tudo um pouco, já fiz "um pouco". Sou amante da vida, da informação, das notícias que são levadas a você leitor (a). Estamos aqui para interagir. Obrigado por acessar este espaço.