Médico sobrevive a câncer raro e é atropelado e morto ao pagar promessa

Triste destino, médico escapa de câncer raro e morre atropelado ao pagar promessa
Cantanhede chegou a ser socorrido no hospital São Domingos, em São Luís, mas morreu durante atendimento médico
Um médico urologista morreu atropelado na manhã desse domingo (25) enquanto andava pelo acostamento da rodovia MA-2014, na ilha de São Luís. De acordo com informações do UOL, Luís Carlos Muniz Cantanhede, de 56 anos, ia a pé para o santuário de São José de Ribamar como promessa por se curar de um câncer raro.
Cantanhede chegou a ser socorrido no hospital São Domingos, em São Luís, mas morreu durante atendimento médico. Ele foi enterrado na tarde do ontem.
O motorista, identificado como Gilson Barros Ferreira, 32, foi autuado em flagrante por dirigir embriagado. Testemunhas afirmam que o carro estava em alta velocidade quando invadiu o acostamento e atropelou o médico. O condutor foi transferido ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas nesta segunda-feira (26). Ele foi indiciado por homicídio com dolo eventual (quando assume o risco de matar) e por embriaguez ao volante. O crime é inafiançável.
O urologista havia sido diagnosticado com um tipo raro e agressivo de melanoma, um tipo de câncer de pele. Durante o tratamento, fez a promessa de ir andando de São Luís ao santuário caso se curasse.
Médico sobrevive a câncer raro e é atropelado e morto ao pagar promessa Médico sobrevive a câncer raro e é atropelado e morto ao pagar promessa Reviewed by Ricardo Adriano on março 26, 2018 Rating: 5

Teste Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste