Após visitarem Lula, Gleisi e Haddad falam em aliança para o 2º turno

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva "liberou" o PT para conversar com outros partidos de centro-esquerda visando uma aliança eleitoral para o segundo turno da eleição, conforme relato da presidente nacional do partido, Gleisi Hoffmann, e o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, que visitaram o petista na sala especial onde está preso há 40 dias, na Polícia Federal, em Curitiba.

Para o primeiro turno, o partido ainda insiste no registro da candidatura do petista e alega que ele pode concorrer e até ser eleito, mesmo preso e condenado em segunda instância, segundo a presidente da legenda. "Ele tem até sua diplomação para levantar sua inelegibilidade."

Gleisi reconheceu, no entanto, que Lula tem o risco de ser impedido pela Justiça Eleitoral de concorrer. "No primeiro turno, nós teremos candidato, será Lula. No segundo turno, ele vai vencer e queremos fazer uma composição. Se não for ele, nós vamos ver quem da esquerda foi para o segundo turno. Se lá na frente nada der certo, o presidente saberá encaminhar o processo junto com a direção do PT."


Daniel Weterman (Estadão)
Após visitarem Lula, Gleisi e Haddad falam em aliança para o 2º turno Após visitarem Lula, Gleisi e Haddad falam em aliança para o 2º turno Reviewed by Ricardo Adriano on maio 21, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário

Teste Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste