Adbox
Tecnologia do Blogger.

Liturgia da Palavra de hoje (26)

Primeira Leitura (Tg 5,13-20)
Leitura da Carta de São Tiago.
Caríssimos, 13se alguém dentre vós está sofrendo, recorra à oração. Se alguém está alegre, entoe hinos. 14Se alguém dentre vós estiver doente, mande chamar os presbíteros da Igreja, para que orem sobre ele, ungindo-o com óleo em nome do Senhor.
15A oração feita com fé salvará o doente e o Senhor o levantará. E se tiver cometido pecados, receberá o perdão. 16Confessai, pois, uns aos outros, os vossos pecados e orai uns pelos outros para alcançar a saúde. A oração fervorosa do justo tem grande poder.
17Assim Elias, que era um homem semelhante a nós, orou com insistência para que não chovesse, e não houve chuva na terra durante três anos e seis meses. 18Em seguida tornou a orar, e o céu deu a chuva e a terra voltou a produzir o seu fruto. 19Meus irmãos, se alguém de vós se desviar da verdade e um outro o reconduzir, 20saiba este que aquele que reconduz um pecador desencaminhado salvará da morte a alma dele e cobrirá uma multidão de pecados.
- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.

Responsório (Sl 140)
— Minha oração suba a vós como incenso!
— Minha oração suba a vós como incenso!
— Senhor, eu clamo por vós, socorrei-me; quando eu grito, escutai minha voz! Minha oração suba a vós como incenso, e minhas mãos, como oferta da tarde!
— Ponde uma guarda em minha boca, Senhor, e vigias às portas dos lábios! A vós, Senhor, se dirigem meus olhos, em vós me abrigo: poupai minha vida!

Evangelho (Mc 10,13-16)
— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor.
Naquele tempo, 13traziam crianças para que Jesus as tocasse. Mas os discípulos as repreendiam. 14Vendo isso, Jesus se aborreceu e disse: “Deixai vir a mim as crianças. Não as proibais, porque o Reino de Deus é dos que são como elas. 15Em verdade vos digo: quem não receber o Reino de Deus como uma criança, não entrará nele”. 16Ele abraçava as crianças e as abençoava, impondo-lhes as mãos.
— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

Homilia
O que nos chama atenção, logo no início da proclamação desse Evangelho de hoje, é saber que Jesus se aborreceu. O que aborrece o coração do Mestre Jesus? Afastar as crianças, colocá-las longe da vida e do sagrado. Aborrece o coração de Jesus porque querem tirar a criança que há dentro de nós, tirar o valor da pureza que elas significam no Reino de Deus.
O Reino dos Céus é de quem é como as crianças, é preciso ter os valores de uma criança dentro da nossa alma e do nosso coração, se quisermos entrar no Reino dos Céus.
A nossa evangelização, o nosso trabalho humano, cada vez mais, deve ser para incluir as crianças, estar perto delas, abraçá-las, respeitá-las, valorizar o sagrado que elas representam para nós.
No mundo em que vivemos é mais do que necessário proteger as nossas crianças. Não podemos, de forma nenhuma, permitir qualquer forma de abuso que se comete contra os pequenos, não me refiro somente ao abuso sexual, porque é uma infâmia, algo inadmissível mas, infelizmente, acontece. Essa preocupação é com todas as crianças que estão ao nosso alcance.
Tenhamos os olhos atentos onde as crianças estão sendo desrespeitadas e abusadas. Os pais têm todo o direito e a obrigação de amar, cuidar, zelar, educar suas crianças e ninguém pode roubar esse direito deles, mas os pais não têm direito de abusar, de exceder, seja por maus tratos ou pela forma de cuidado. Irrita e aborrece o coração de Deus quando ofendemos as nossas crianças, quando não as acolhemos, quando não damos a elas o lugar que é delas: a primazia no Reino de Deus.
Deus abençoe você!
Share on Google Plus

Sobre Ricardo Adriano

Sou pedagogo de formação, amo música, livros, poesias, trabalho com jardinagem e tudo um pouco, já fiz "um pouco". Sou amante da vida, da informação, das notícias que são levadas a você leitor (a). Estamos aqui para interagir. Obrigado por acessar este espaço.

0 comentários: