Adolescente que matou estudante para roubar celular é condenado a 20 anos de prisão

O acusado de matar o estudante Elias Gomes dos Santos Júnior, 14 anos, foi condenado a 20 anos de reclusão e 13 dias-multa. Matheus Henrique Ferreira da Silva, que está preso há cinco meses, cumprirá a pena em regime inicialmente fechado. Na decisão judicial consta que o jovem foi morto após reagir a um assalto. O objeto do roubo: um aparelho celular. 
O acusado sendo levado após sentença
A sentença é do juiz Carlos Hamilton Bezerra Lima, titular da 1ª Vara Criminal de Teresina. 
"A autoria e a materialidade estão devidamente comprovadas pela confissão do acusado, corroborado pelo depoimento da testemunha [...] ficou evidenciado que o acusado se aproximou da vítima [...] portando faca, anunciou o roubo e exigiu a entrega do aparelho celular da vítima. Esta, inconformada, reagiu e começou a perseguição ao acusado. Incontinente, este se voltou contra a vítima e lhe golpeou na região do tórax e empreendeu fuga", considerou o juiz na sentença. O crime ocorreu em novembro de 2017. 
Matheus Henrique foi condenado pelo roubo qualificado pela morte (latrocínio). Para definir a pena, o juiz levou em consideração, entre outros motivos, a obtenção do lucro fácil com a subtração do aparelho celular e as consequências do crime como a morte e a dor ocasionada na família da vítima.
Adolescente que matou estudante para roubar celular é condenado a 20 anos de prisão Adolescente que matou estudante para roubar celular é condenado a 20 anos de prisão Reviewed by Ricardo Adriano on junho 05, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário

Teste Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste