Eleitor com título cancelado por falta de biometria obrigatória não poderá votar

É falsa a informação de que o eleitor que não fez a biometria obrigatória poderá votar mediante apresentação de documento com foto na zona eleitoral.
O texto enviado para o Folha Informações, canal de checagem do jornal, diz que quem for impedido deve exigir determinação judicial.
O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) reitera que eleitores que não fizeram o cadastramento biométrico obrigatório dentro do prazo estipulado não poderá votar nesta eleição.
No dia 26 de setembro o Supremo Tribunal Federal (STF) negou pedido para que eleitores que tiveram título cancelado pela Justiça Eleitoral por faltarem à revisão periódica –incluindo cadastramento biométrico– pudessem votar neste ano.
Segundo o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), 5,6 milhões de eleitores faltaram à revisão eleitoral feita entre 2016 e 2018. Do total, 3,4 milhões tiveram os títulos cancelados por motivos diversos e não poderão votar este ano.
Mais da metade (54%) dos cancelamentos foi em estados das regiões Norte e Nordeste do país. Ao todo foram 716 cidades passaram por cadastramento biométrico obrigatório para as eleições deste ano. No site do TRE é possível verificar sua situação eleitoral.

Eleitor com título cancelado por falta de biometria obrigatória não poderá votar Eleitor com título cancelado por falta de biometria obrigatória não poderá votar Reviewed by Ricardo Adriano on outubro 05, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário

Teste Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste