Adbox
Tecnologia do Blogger.

Liturgia da Palavra de hoje (27)

Primeira leitura (Efésios 4: 7-16)
7 O favor divino foi concedido a cada um de nós de acordo com os dons de Cristo. 8 É por isso que ele diz: Subindo as alturas, ele levou cativos e deu presentes aos homens. 9 O que significa "subiu", mas também desceu às regiões mais baixas da Terra? 10Este que desceu é o mesmo que subiu acima de todos os céus, para encher tudo. 11 Ele mesmo "deu" alguns para serem apóstolos; para os outros, profetas; para os outros, evangelizadores; para outros, pastores e mestres, 12 para a correta ordenação dos santos para as funções do ministério, para a edificação do Corpo de Cristo, 13até que todos cheguemos à unidade da fé e do pleno conhecimento do Filho de Deus, ao estado do homem perfeito, à maturidade da plenitude de Cristo. 14Que nós pode não ser mais crianças, atiradas para lá e para cá e levados ao redor por todo vento de doutrina, pela malícia humana e artifícios fraudulentos astutos, 15 sim, a verdade em amor, podem crescer todo o caminho até que é a cabeça, em Cristo, 16 de quem o corpo inteiro , se juntou e realizada em conjunto por todos os nutrição líder conjunta de acordo com a atividade de cada uma das partes, realizando assim o crescimento do corpo para a construção de o amor.
- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.

Responsório (Ps 121,1-2,3-4a.4b-5)
- Vamos para a casa do Senhor
- Vamos para a casa do Senhor
- Que alegria quando me disseram: «Vamos para a casa do Senhor»! Nossos limiares já estão pisando em nossos pés, Jerusalém.
- Jerusalém é fundada como uma cidade muito compacta. Lá as tribos se erguem, as tribos do Senhor.
- De acordo com o costume de Israel, para celebrar o nome do Senhor; nela estão os tribunais de justiça, no palácio de Davi.

Evangelho (Lucas 13: 1-9)
- O Senhor esteja com você.
- E com o seu espírito.
- Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + de acordo com Lucas.
- Glória a você, Senhor.
1 Naquele mesmo momento, chegaram alguns que lhe contaram sobre os galileus, cujo sangue Pilatos misturara com seus sacrifícios. 2 Jesus lhes respondeu: "Você acha que aqueles galileus eram mais pecadores do que todos os outros galileus, porque eles sofreram estas coisas? 3 Não, eu te asseguro; e se você não converter, todos vocês perecerão da mesma maneira. 4Ou aqueles dezoito sobre os quais a torre de Siloé desmoronou, matando-os, você acha que eles eram mais culpados do que os outros homens que moravam em Jerusalém? 5 Não, eu te asseguro; e se você se arrepender, você vai tudo perecer no da mesma maneira. " 6Ele contou-lhes esta parábola: "Um homem plantou uma figueira em sua vinha e foi procurar frutas nela e não conseguiu encontrá-la. 7 Então ele disse ao agricultor: "Por três anos tenho vindo buscar frutas nesta figueira, e não consigo encontrá-la: corta-a, por que a terra se cansaria?" 8 Mas ele respondeu: "Senhor, deixa -lo mais um ano, até que eu cave em derredor, e estrume, 9 que pode dar frutos para a frente, e se não, então, cortar -lo para baixo . '
Palavra de Salvação.
- Glória a você, Senhor.

Homilia
Algumas pessoas estavam intrigadas com o que aconteceu com o sangue dos galileus, que Herodes havia misturado depois de Pilatos ter mandado matá-los.
As pessoas estavam achando que aquela desgraça, aquele acontecimento negativo com os galileus era castigo, porque, no passado, fizeram alguma coisa de errado, e estavam pagando por isso.
Essa mentalidade é presente na cabeça de muitas pessoas até hoje! Algumas até, por crerem na reencarnação, acreditam que muitas pessoas, pobres e miseráveis, estão sofrendo, nos dias de hoje, porque, no passado, em outras encarnações, como costumam pregar, fizeram algo de errado; então, voltaram novamente aqui e estão passando por isso.
Precisamos, primeiro, refutar essa mentalidade, dizer que ela não é cristã. Toda e qualquer mentalidade, pregação ou afirmação que pregue a reencarnação, não condiz com a verdade evangélica.
O Evangelho é aquele que nos traz Jesus vivo e ressuscitado, e nos diz que nós também ressuscitaremos como Ele. Jamais voltaremos, em outras vidas, para pagar pelos males que possamos ter feito nesta vida.
Como diz a Carta aos Hebreus, o homem morre somente uma vez, e após a morte vem o julgamento. O julgamento não é para voltar à vida aqui na Terra!
A segunda coisa é que, mesmo aqui na Terra, não podemos pensar que as coisas negativas que possam acontecer com as pessoas sejam castigo. As fatalidades acontecem, como um acidente, uma situação trágica. Temos de lamentar, pois o coração doí! Precisamos procurar saber o que aconteceu, mas jamais imputar que um acidente ou situação trágica foi um castigo para a pessoa.
O nosso Deus é aquele que cuida, é aquele que ama a todos de forma incondicional. É verdade que toda ação gera uma reação, é verdade que podemos colocar a nossa vida em risco, mas jamais podemos afirmar, no Evangelho, que quem sofre este ou aquele mal é porque Deus está castigando.
O Deus do Evangelho é o Deus do amor, não é o Deus do castigo. Quando Ele nos diz que, quando não nos convertermos, vamos todos perecer do mesmo modo, é porque pode ser que uma pessoa sofra um acidente, passe por alguma situação trágica na vida, mas a graça de Deus cuidará dela. Mas se morrermos no pecado, nos afastamos d’Ele. Não há tragédia nem desgraça maior para a nossa vida do que essa.
O remédio é nos convertermos, é mudarmos de vida a cada dia, inclusive, mudarmos a nossa cabeça, a nossa mentalidade, para não pensarmos como o mundo nem nos deixarmos levar por mentalidades enganosas, que não correspondem ao Evangelho.
Deus abençoe você!
Share on Google Plus

Sobre Ricardo Adriano

Sou pedagogo de formação, amo música, livros, poesias, trabalho com jardinagem e tudo um pouco, já fiz "um pouco". Sou amante da vida, da informação, das notícias que são levadas a você leitor (a). Estamos aqui para interagir. Obrigado por acessar este espaço.

0 comentários: