Adbox
Tecnologia do Blogger.

Prefeitura e agricultores discutem sobre problemática que permeia entre os vazanteiros do perímetro do Açude de Santo Antônio em Caraúbas

Encontro para iniciar a regularização das vazantes de Santo Antônio
Aconteceu na manhã desta quarta-feira (17), uma reunião na sede da prefeitura, “Palácio Jonas Gurgel”, entre a Secretaria de Políticas do Campo, representada pelo coordenador de Meio Ambiente, Ariel Ingber; a Procuradoria, representada pela advogada, Adja Marques; o setor de tributação, Fernando Antônio (fiscal de tributos); e representantes da comunidade rural Santo Antônio, os vazanteiros: Alfredo Sales, Germano Justo e José Arruda.

Na pauta da reunião os vazanteiros pediram ajuda sobre a problemática da ocupação da área do açude e tentar estabelecer um estatuto para tentar organizar o uso devido do perímetro.

 Os vazanteiros querem, junto a Prefeitura, buscar evidências como escrituras, documentos para que de forma legal institua uma regularização para que os vazanteiros usem de forma correta as vazantes fazendo levantamento de cercas, e que um possível fiscal sempre esteja acompanhando. Eles ainda sugeriram criar um código de conduta, estatuto para regularizar, para que possam cobrar junto aos vazanteiros uma maneira de arcar com as responsabilidades não prejudicando os vazanteiros vizinhos.

Segundo Ariel Ingber, o pontapé inicial foi dado e todos os encaminhamentos foram anotados, onde a secretaria de Políticas do Campo e Meio Ambiente já entrou em contato com o secretário de  Infraestrutura e Serviços Públicos,  Miguel Araruna, para que na próxima semana uma equipe faça um levantamento topográfico da área e todo o perímetro do Açude. Também será feito um cadastro para uma possível associação de vazanteiros para fazer um levantamento de quantas pessoas fazem parte daquela região entre agricultores, criadores de gados e  plantadores de vazantes.

“Vamos todos nos unir e juntos com o prefeito, Juninho Alves e o vice, Paulo Brasil, secretário de Políticas do Campo, Elionaldo Benevides e com os vazanteiros vamos traçar metas de levantamento para realizar um gerenciamento sobre o perímetro do Açude de Santo Antônio, onde segundo os vazanteiros o açude não possui nenhuma fiscalização, e precisam fazer suas cercas que são de responsabilidade deles, onde às vezes animais entram em plantações destruindo o que outros plantadores fizeram”, disse Ariel.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO - PMC
Share on Google Plus

Sobre Ricardo Adriano

Sou pedagogo de formação, amo música, livros, poesias, trabalho com jardinagem e tudo um pouco, já fiz "um pouco". Sou amante da vida, da informação, das notícias que são levadas a você leitor (a). Estamos aqui para interagir. Obrigado por acessar este espaço.

0 comentários: