Adbox
Tecnologia do Blogger.

Liturgia da Palavra de hoje (10)

Primeira Leitura (Fl 4,10-19)
Leitura da Carta de São Paulo aos Filipenses.
Irmãos, 10grande foi minha alegria no Senhor, porque afinal vi florescer seu afeto por mim. Na verdade estava sempre vivo mas faltava-lhe oportunidade de manifestar-se. 11Não é por necessidade minha que vos digo, pois aprendi muito bem a contentar-me em qualquer situação. 12Sei viver na miséria e sei viver na abundância. Eu aprendi o segredo de viver em toda e qualquer situação, estando saciado ou passando fome, tendo de sobra ou sofrendo necessidade. 13Tudo posso naquele que me dá força. 14No entanto fizestes bem em compartilhar as minhas dificuldades. 15Filipenses, bem sabeis que, no início da pregação do evangelho, quando parti da Macedônia, nenhuma Igreja, a não ser a vossa, se juntou a mim numa relação de crédito. 16Já em Tessalônica, mais de uma vez, me enviastes aquilo de que eu precisava. 17Não que eu procure presentes, porém, o que eu busco é o fruto que cresça no vosso crédito. 18Agora, tenho tudo em abundância. Tenho até de sobra, desde que recebi de Epafrodito o vosso donativo, qual perfume suave, sacrifício aceito e agradável a Deus. 19O meu Deus proverá esplendidamente com sua riqueza a todas as vossas necessidades, em Cristo Jesus.
- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.

Responsório (Sl 111)
— Feliz aquele que respeita o Senhor!
— Feliz aquele que respeita o Senhor!
— Feliz o homem que respeita o Senhor e que ama com carinho a sua lei! Sua descendência será forte sobre a terra, abençoada a geração dos homens retos!
— Feliz o homem caridoso e prestativo, que resolve seus negócios com justiça. Porque jamais vacilará o homem reto, sua lembrança permanece eternamente!
— Seu coração está tranquilo e nada teme, e confusos há de ver seus inimigos. Ele reparte com os pobres os seus bens, permanece para sempre o bem que fez, e crescerão a sua glória e seu poder.

Evangelho (Lc 16,9-15)
— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 9“Usai o dinheiro injusto para fazer amigos, pois, quando acabar, eles vos receberão nas moradas eternas. 10Quem é fiel nas pequenas coisas também é fiel nas grandes, e quem é injusto nas pequenas também é injusto nas grandes. 11Por isso, se vós não sois fiéis no uso do dinheiro injusto, quem vos confiará o verdadeiro bem? 12E se não sois fiéis no que é dos outros, quem vos dará aquilo que é vosso? 13Ninguém pode servir a dois senhores: porque ou odiará um e amará o outro, ou se apegará a um e desprezará o outro. Vós não podeis servir a Deus e ao dinheiro”. 14Os fariseus, que eram amigos do dinheiro, ouviam tudo isso e riam de Jesus. 15Então Jesus lhes disse: “Vós gostais de parecer justos diante dos homens, mas Deus conhece vossos corações. Com efeito, o que é importante para os homens, é detestável para Deus”.
— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

Homilia
A grande lógica do mundo no qual vivemos é a de servir ao deus deste mundo. O maior pecado da humanidade ainda consiste na idolatria. E, sabemos que idolatria é, de fato, criar ídolos e eles ocupam o lugar de Deus. Por isso, toda e qualquer idolatria é pecado!
O mundo moderno tem o seu próprio ídolo: o “deus mercado”. O deus mercado é servido pelo deus dinheiro e somos escravos dessa idolatria que se tem pelo dinheiro. Por que o coração se torna escravo e dependente economicamente do dinheiro? Fazemos tudo para consegui-lo e, quando eu digo “tudo”, estou me referindo às situações humilhantes e degradantes que muitos vivem por causa do dinheiro. Há pessoas que se vendem; que se oferecem de diversas maneiras para obterem lucros e vantagens.
Muitas vezes, há lucros exorbitantes em cima da miséria dos outros. O dinheiro é um mau patrão, ele é um deus terrível! Precisamos do dinheiro para que a nossa vida seja melhor cuidada, mas precisamos cuidar do dinheiro e não deixá-lo cuidar de nós. Não podemos deixar o dinheiro mandar naquilo que realizamos.
Para uma família estar ajustada, ela precisa estar, economicamente, ajustada. Mas o problema não é ter ou não o dinheiro. Eu conheço muitas pessoas que têm muito dinheiro, mas o desajuste é total. Também, conheço famílias que com pouquinho dinheiro conseguem fazer as coisas com equilíbrio e bom senso. O problema é a forma como o dinheiro domina.
Quem muito tem, muito é dominado. Mas, se você, mesmo tendo muito, sabe dominar aquilo que tem; você tem, também, a vida justa, sob controle e não se olha a partir de cifrões, e sim a partir dos seus valores.
Ninguém pode servir a Deus e ao dinheiro. Se queremos servir a Deus vamos colocar o dinheiro no lugar dele, mas se queremos servir ao dinheiro, Deus ficará num lugar baixo. Muitas vezes, as pessoas querem comprar até Deus, as pessoas querem ter seus lugares na Igreja a partir do dinheiro que têm ou do que não têm. Não pode o dinheiro mandar nas relações humanas e nem na relação com Deus.
Deus, que sobre todas as coisas, sobre o dinheiro, esteja primeiro o nosso amor.
Deus abençoe você!
Share on Google Plus

Sobre Ricardo Adriano

Sou pedagogo de formação, amo música, livros, poesias, trabalho com jardinagem e tudo um pouco, já fiz "um pouco". Sou amante da vida, da informação, das notícias que são levadas a você leitor (a). Estamos aqui para interagir. Obrigado por acessar este espaço.

0 comentários: