Adbox
Tecnologia do Blogger.

Liturgia da Palavra de hoje (11)

Primeira leitura (Tito 1: 1-9)
1 Paulo, servo de Deus, apóstolo de Jesus Cristo para conduzir os eleitos de Deus à fé e ao pleno conhecimento da verdade que é segundo a piedade, 2 com a esperança da vida eterna, prometida por toda a eternidade por Deus que ele não mente, 3 e que no tempo oportuno ele manifestou sua Palavra pela pregação a mim confiada de acordo com o mandato de Deus nosso Salvador, 4 a Tito, verdadeiro filho segundo a fé comum. Graça e paz da parte de Deus Pai e de Cristo Jesus, nosso Salvador. 5O motivo de ter deixado você em Creta foi que você terminasse de organizar o que estava faltando e de estabelecer padres em cada cidade, como ordenei. 6O candidato deve ser irrepreensível, casado apenas uma vez, cujos filhos sejam crentes, não rotulados como licenciosidade ou rebelião. 7 Pois o episcopal, como administrador de Deus, deve ser irrepreensível; não arrogante, não zangado, não bêbado, não violento, não dado a negócios sujos; 8 mas hospitaleiro, amigo do bom, sensato, justo, piedoso, senhor de si mesmo. 9 Para que ele seja ligado à palavra fiel, de acordo com os ensinamentos, para que possa exortar com sã doutrina e refutar aqueles que contradizem.
- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.

Responsório (Sl 23,1-2,3-4ab.5-6)
- Esse é o grupo que vem à sua presença, senhor
- Esse é o grupo que vem à sua presença, senhor
- Do Senhor é a terra e tudo o que a enche, a esfera e todos os seus habitantes: ele a fundou nos mares, fortaleceu-a nos rios.
- Quem pode escalar a montanha do Senhor? Quem pode estar no recinto sagrado? O homem com mãos inocentes e coração puro, que não confia em ídolos.
- Que receberá a bênção do Senhor, fará justiça ao Deus da salvação. Este é o grupo que busca o Senhor, que vem à sua presença, Deus de Jacó.

Evangelho (Lucas 17: 1-6)
- O Senhor esteja com você.
- E com o seu espírito.
- Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + de acordo com Lucas. 
- Glória a você, Senhor.
1 Ele disse aos seus discípulos: "É impossível que escândalos não cheguem; mas ai daquele a quem eles vêm! 2 Seria melhor que ele tivesse uma pedra de moinho ao redor do pescoço e fosse jogado no mar do que escandalizar um desses pequeninos. 3Cuide-se. "Se o teu irmão pecar, repreende-o; e se ele se arrepender, perdoe-o. 
4 E se ele pecar contra você sete vezes por dia, e se voltar para você sete vezes, dizendo: “Eu me arrependo, você o perdoará”. 
5 Os apóstolos disseram ao Senhor; "Aumente nossa fé". 6 O Senhor disse: "Se você tivesse fé como um grão de mostarda, diria a este plátano: 'Seja arrancado e plantado no mar', e eu teria obedecido a você."

Palavra de Salvação.
- Glória a você, Senhor.

Homilia
Hoje, o Evangelho nos apresenta três elementos fundamentais para a vida de um discípulo, de um seguidor de Jesus Cristo, Nosso Senhor e Mestre. O primeiro desses elementos é o testemunho de vida. É só pelo testemunho que evitamos escandalizar os pequenos.
Jesus é muito repressivo e duro àqueles que praticam escândalo. Praticar escândalos quer dizer, justamente, tirar a fé do coração das pessoas, não testemunhar aquilo que nós acreditamos.
O discípulo de Jesus deve, de todas as formas, primeiro, evitar escandalizar e, segundo, testemunhar com a vida aquilo que nós acreditamos.
Uma das melhores formas de testemunharmos é pela força do perdão. Um discípulo de Jesus que não perdoa, não testemunha o amor de Deus no seu coração. O discípulo de Jesus que vive cultivando ódio, ressentimento, mágoa contra o seu irmão e não consegue perdoar, escandaliza. Um casal que vive junto e não se perdoa, não se reconcilia, causa escândalo para os filhos e para outros. Às vezes, a pessoa está testemunhando na Igreja, está rezando, mas não vive o testemunho do perdão e da misericórdia.
Se o irmão pecar contra nós sete vezes num só dia, sete vezes devemos perdoá-lo. Mas, como vamos perdoar? Pela experiência com a Palavra de Deus.
Quando eu digo perdoar, não é ser complacente com o erro do outro. Perdoar quer dizer: não viver com ódio e ressentimento com o erro que o outro fez, porque é o nosso coração que ficará magoado.
O perdão reconstrói e levanta o outro. O perdão exige, com certeza, reconsideração das atitudes, dos fatos, da convivência e assim por diante. Mas, o que nunca pode faltar na vida de um cristão é o testemunho do perdão. Talvez, você possa perguntar: “Como vou conseguir perdoar se nem tamanha fé para isso eu tenho?”. Não é preciso ter muita fé.
Jesus está nos dizendo que se nossa fé for pequena como um grão de mostarda, diremos para esse ressentimento: “Sai daqui, se não consigo pelas minhas forças humanas, que eu consiga pela fé, arrancar as “plantas” que estão dentro do meu coração. Plantas venenosas e perigosas para a minha vida e para a minha saúde”.
Essas plantas são, com certeza, as plantas que temos de perdoar nesta vida. Se não conseguimos perdoar pelas nossas forças, que perdoemos pela fé e pelo amor. Se não conseguimos, é preciso buscar em Deus essa força.
O melhor testemunho que podemos dar ao mundo, é o de testemunhar como perdoamos e amamos uns aos outros.
Deus abençoe você!
Share on Google Plus

Sobre Ricardo Adriano

Sou pedagogo de formação, amo música, livros, poesias, trabalho com jardinagem e tudo um pouco, já fiz "um pouco". Sou amante da vida, da informação, das notícias que são levadas a você leitor (a). Estamos aqui para interagir. Obrigado por acessar este espaço.

0 comentários: