Adbox
Tecnologia do Blogger.

Liturgia da Palavra de hoje (20)

Primeira Leitura (Ap 3,1-6.14-22)
Leitura do Livro do Apocalipse de São João.
Eu, João, ouvi o Senhor que me dizia: 1“Escreve ao anjo da Igreja que está em Sardes: ‘Assim fala aquele que tem os sete espíritos de Deus e as sete estrelas: - Conheço a tua conduta. Tens fama de estar vivo, mas estás morto. 2Acorda! Reaviva o que te resta, e que estava para se apagar! Pois não acho suficiente aos olhos do meu Deus aquilo que estás fazendo. 3Lembra-te daquilo que tens aprendido e ouvido. Observa-o! Converte-te! Se não estiveres vigilante, eu virei como um ladrão, sem que saibas em que hora te vou surpreender! 4Todavia, aí em Sardes existem algumas pessoas que não sujaram a roupa. Estas vão andar comigo, vestidas de branco, pois merecem isso. 5O vencedor vestirá a roupa branca, e não apagarei o seu nome do livro da vida, mas o apresentarei diante de meu Pai e de seus anjos. 6Quem tem ouvidos ouça o que o Espírito diz às Igrejas’. 14Escreve ao anjo da Igreja que está em Laodicéia: ‘Assim fala o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus: 15Conheço a tua conduta. Não és frio nem quente. Oxalá fosses frio ou quente! 16Mas, porque és morno, nem frio nem quente, estou para vomitar-te de minha boca. 17Tu dizes: ‘Sou rico e abastado e não careço de nada’, em vez de reconhecer que és infeliz, miserável, pobre, cego e nu! 18Dou-te um conselho: compra de mim ouro purificado no fogo, para ficares rico, e vestes brancas, para vestires e não aparecer a tua nudez vergonhosa; e compra também um colírio para curar os teus olhos, para que enxergues. 19Eu repreendo e educo os que eu amo. Esforça-te, pois, e converte-te. 20Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir minha voz e abrir a porta, eu entrarei na sua casa e tomaremos a refeição, eu com ele e ele comigo. 21Ao vencedor farei sentar-se comigo no meu trono, como também eu venci e estou sentado com meu Pai no seu trono. 22Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às Igrejas’”.
- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.

Responsório (Sl 14)
— Ao vencedor, dar-lhe-ei o direito de sentar-se comigo no meu trono.
— Ao vencedor, dar-lhe-ei o direito de sentar-se comigo no meu trono.
— “Senhor, quem morará em vossa casa?” É aquele que caminha sem pecado e pratica a justiça fielmente; que pensa a verdade no seu íntimo e não solta em calúnias sua língua.
— Quem em nada prejudica o seu irmão, nem cobre de insultos seu vizinho; que não dá valor algum ao homem ímpio, mas honra os que respeitam o Senhor.
— Não empresta o seu dinheiro com usura, nem se deixa subornar contra o inocente. Jamais vacilará quem vive assim!

Evangelho (Lc 19,1-10)
— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.
Naquele tempo, 1Jesus tinha entrado em Jericó e estava atravessando a cidade. 2Havia ali um homem chamado Zaqueu, que era chefe dos cobradores de impostos e muito rico. 3Zaqueu procurava ver quem era Jesus, mas não conseguia, por causa da multidão, pois era muito baixo. 4Então ele correu à frente e subiu numa figueira para ver Jesus, que devia passar por ali. 5Quando Jesus chegou ao lugar, olhou para cima e disse: “Zaqueu, desce depressa! Hoje eu devo ficar na tua casa”. 6Ele desceu depressa, e recebeu Jesus com alegria. 7Ao ver isso, todos começaram a murmurar, dizendo: “Ele foi hospedar-se na casa de um pecador!” 8Zaqueu ficou de pé, e disse ao Senhor: “Senhor, eu dou a metade dos meus bens aos pobres, e se defraudei alguém, vou devolver quatro vezes mais”.
9Jesus lhe disse: “Hoje a salvação entrou nesta casa, porque também este homem é um filho de Abraão. 10Com efeito, o Filho do Homem veio procurar e salvar o que estava perdido”.
— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

Homilia
Olho para o Zaqueu, esse homem de baixa estatura, mas de boa situação de vida: publicano, cobrador de impostos, rico e com muito dinheiro. Mas, quem se perde em meio aos prazeres e ao dinheiro que tem, não consegue enxergar a vida como ela precisa ser vista.
Zaqueu percebeu que ele estava fora da graça e da vida, por esse motivo, de qualquer forma ele queria ver Jesus. Veja o esforço que esse homem faz quando sobe na árvore para poder vê-Lo.
Antes que Zaqueu quisesse ver Jesus, Ele já tinha enxergado o coração desse homem há muito tempo. Por isso, que assim que o avista diz: “Desce dessa árvore! Porque, hoje, eu quero estar na sua casa”. A resposta de Jesus a Zaqueu é a resposta d’Ele a cada um de nós. Ele nos vê mesmo que nós não O enxerguemos e, mais ainda, Ele quer estar em nossa casa, em nossa vida, em nosso trabalho.
Duas coisas podem acontecer: acharmo-nos muito santos, muito de Deus e da Igreja; acharmos que Ele já está conosco e, de fato, não darmos espaço para que Ele venha. Por outro lado, podemos nos achar muito pecadores e pensar: “Jesus não viria na casa de um pecador”. Os dois pecadores precisam de Jesus: o pecador que se acha muito santo e o pecador que entende que é muito pecador, porém, ambos precisam se libertarem do pecado. Ou seja, eu e você precisamos ver Jesus!
Precisamos deixar que Jesus, hoje, entre em nossa casa, em nossa vida e em nossa família. Para,assim, iluminar situações que precisam de luz, para iluminar a nossa vida com a graça que, muitas vezes, não conseguimos enxergar.
Hoje, o Senhor quer estar conosco, precisamos acolhê-Lo. Não basta dizermos: “Jesus já é da minha casa, é muito bem-vindo”. É preciso parar diante d’Ele; é preciso escutá-Lo mas, sobretudo, rasgar o nosso coração.
Não foi só Zaqueu quem acolheu Jesus, outros pecadores, também, O acolheram, mas Zaqueu foi diferente, ele rasgou o seu coração.
Quando Jesus foi na casa de Simão, esse O acolheu com uma soberba sem igual. A misericórdia não entrou no seu coração. Já, Zaqueu, desprendeu e rasgou o seu coração para Jesus. Então Ele disse: “A salvação, hoje, entrou nessa casa, a salvação entrou nesse coração”.
Quando acolhemos Jesus, quando rasgamos o nosso coração e nos colocamos, humildemente, na presença d’Ele, a salvação entra na nossa vida, na nossa casa e no meio de nós.
Deus abençoe você!
Share on Google Plus

Sobre Ricardo Adriano

Sou pedagogo de formação, amo música, livros, poesias, trabalho com jardinagem e tudo um pouco, já fiz "um pouco". Sou amante da vida, da informação, das notícias que são levadas a você leitor (a). Estamos aqui para interagir. Obrigado por acessar este espaço.

0 comentários: