Adbox
Tecnologia do Blogger.

Bandidos explodem caixas e cofre de banco no interior do RN; em Natal, terminal foi arrombado com maçarico

Ataques aconteceram na madrugada desta quinta-feira (6) em Touros e Serra Caiada. Na capital, alvo foi uma agência bancária na Ribeira. Ninguém foi preso.


Em Serra Caiada, alvo foi a agência do Bradesco — Foto: Redes sociais
Quadrilhas especializadas em ataques a bancos voltaram a agir no interior do Rio Grande do Norte. Com dinamite, terminais e um cofre foram explodidos em agências nas cidades de Touros, no litoral Norte do estado, e em Serra Caiada, na região Agreste. Em Natal, na Ribeira, bandidos usaram um maçarico para violar um caixa do Banco do Brasil que fica na Av. Duque de Caxias. Ninguém foi preso.

TOUROS

Em Touros, a 90 quilômetros da capital, a madrugada foi de terror. Moradores contaram que a ação criminosa começou por volta das 3h30, quando bandidos chegaram à cidade em dois carros. Tiros foram disparados contra a base da Polícia Militar.
As agências atacadas foram do Banco do Brasil, no centro, e da Caixa Econômica Federal, que fica perto do hospital. Nesta última, o cofre foi explodido. Bananas de dinamite também foram usadas para arrombar um dos terminais, mas o artefato não detonou.
Há relatos que um vigia de rua e uma enfermeira do hospital foram feitos reféns durante os ataques, mas logo em seguida foram liberados sem ferimentos.

Serra Caiada

Em Serra Caiada o alvo foi a agência do Bradesco, onde os criminosos também usaram dinamite para explodir o caixa. A cidade fica a cerca de 80 quilômetros de Natal.

Um morador da cidade informou que os bandidos chegaram por volta das 2h e fizeram de reféns algumas pessoas que estavam na rua. Após a explosão, A PM ainda fez buscas pelos criminosos, mas não encontrou nenhum suspeito.

Natal

Na capital, os bandidos usaram um maçarico para violar um dos terminais do Banco do Brasil da Avenida Duque de Caxias, na Ribeira. A agência fica a menos de 500 metros da sede do 1º Batalhão da PM. Não há informações sobre o valor levado pela quadrilha. Quando a PM chegou, já por volta das 5h, já não havia ninguém na agência. Há relatos apenas de que um Voyage foi visto nas redondezas em situação suspeita.

Share on Google Plus

Sobre Ricardo Adriano

Sou pedagogo de formação, amo música, livros, poesias, trabalho com jardinagem e tudo um pouco, já fiz "um pouco". Sou amante da vida, da informação, das notícias que são levadas a você leitor (a). Estamos aqui para interagir. Obrigado por acessar este espaço.

0 comentários: