Adbox
Tecnologia do Blogger.

Liturgia da Palavra de hoje (15)

Primeira Leitura (Eclo 48,1-4.9-11)
Leitura do Livro do Eclesiástico.
Naqueles dias, 1o profeta Elias surgiu como um fogo, e sua palavra queimava como uma tocha. 2Fez vir a fome sobre eles e, no seu zelo, reduziu-os a pouca gente. 3Pela palavra do Senhor fechou o céu e de lá fez cair fogo por três vezes. 4Ó Elias, como te tornaste glorioso por teus prodígios! Quem poderia gloriar-se de ser semelhante a ti?
9Tu foste arrebatado num turbilhão de fogo, num carro de cavalos também de fogo, 10tu, nas ameaças para os tempos futuros, foste designado para acalmar a ira do Senhor antes do furor, para conduzir o coração do pai ao filho, e restabelecer as tribos de Jacó. 11Felizes os que te viram, e os que adormeceram na tua amizade!
- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.

Responsório (Sl 79)
— Convertei-nos, ó Senhor, resplandecei a vossa face e nós seremos salvos!
— Convertei-nos, ó Senhor, resplandecei a vossa face e nós seremos salvos!
— Pastor de Israel, prestai ouvidos. Vós que sobre os querubins vos assentais. Despertai vosso poder, ó nosso Deus, e vinde logo nos trazer a salvação!
— Voltai-vos para nós, Deus do universo! Olhai dos altos céus e observai. Visitai a vossa vinha e protegei-a! Foi a vossa mão direita que a plantou; protegei-a e ao rebento que firmastes!
— Pousai a mão sobre o vosso Protegido, o filho do homem que escolhestes para vós! E nunca mais vos deixaremos, Senhor Deus! Dai-nos vida, e louvaremos vosso nome!

Evangelho (Mt 17,10-13)
— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.
Ao descerem do monte, 10os discípulos perguntaram a Jesus: “Por que os mestres da Lei dizem que Elias deve vir primeiro?” 11Jesus respondeu: “Elias vem e colocará tudo em ordem. 12Ora, eu vos digo: Elias já veio, mas eles não o reconheceram. Ao contrário, fizeram com ele tudo o que quiseram. Assim também o Filho do Homem será maltratado por eles”. 13Então os discípulos compreenderam que Jesus lhes falava de João Batista.
— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

Homilia
A Palavra de Deus exalta para nós a figura do profeta Elias. Quando olhamos no Antigo Testamento, Elias é para nós o referencial do profetismo exercido na primeira revelação divina.
Elias veio como um fogo divino, tinha um coração abrasado pela graça de Deus, tomado pelo fogo do Céu, e deixou que esse fogo consumisse o seu coração. O fogo do amor, do ardor, o fogo de alguém que se deixou consumir por Deus e pela Sua Palavra.
Quando Elias falava, a Palavra de Deus saía de sua boca. Ele, realmente, fazia os pecados serem queimados, fazia as consciências arderem de arrependimento e voltarem para o caminho do Senhor.
Elias foi arrebatado aos Céus, e o povo viveu na expectativa de que ele voltasse. Jesus, no entanto, está dizendo hoje: “Elias voltou e vocês não o reconheceram”. João Batista personifica e traz para nós o que é o profetismo de Elias na nova revelação ou na revelação definitiva.
Se Elias é considerado o profeta do Antigo Testamento, João é o profeta do Novo Testamento. Se Elias abriu o coração para que acolhessem a mensagem de Deus, João é aquele que vem para abrir e queimar os corações para que acolham Jesus, a Palavra eterna e a sabedoria encarnada de Deus no meio de nós.
Profetas não são aqueles que simplesmente falam de Deus, mas aqueles que levam Deus ao coração das pessoas, primeiro, pelo arrependimento sincero, pela conversão de vida e a entrega do coração a Deus. Todo profetismo prega arrependimento, mudanças de atos, costumes, pensamentos e sentimentos.
Todo profetismo vem queimar nossos corações, não nos deixa acomodados no estado em que estamos. Ainda que sejamos de Deus por um tempo, que já participemos das coisas d’Ele, é sempre necessário que esse fogo esteja ardendo em nós, que penetre o nosso interior e vá nas penumbras da nossa alma e acenda um desejo sincero de conversão, de arrependimento e entrega da vida a Deus.
Esse tempo de graça que vivemos é um tempo que nos convida a mudarmos, a deixarmos que o fogo de Deus esteja ardendo dentro de nós.
Deus abençoe você!

Share on Google Plus

Sobre Ricardo Adriano

Sou pedagogo de formação, amo música, livros, poesias, trabalho com jardinagem e tudo um pouco, já fiz "um pouco". Sou amante da vida, da informação, das notícias que são levadas a você leitor (a). Estamos aqui para interagir. Obrigado por acessar este espaço.

0 comentários: