Adbox
Tecnologia do Blogger.

Liturgia da Palavra de hoje (20)

Primeira Leitura (Is 7,10-14)
Leitura do Livro do Profeta Isaías.
Naqueles dias, 10o Senhor falou com Acaz, dizendo: 11“Pede ao Senhor teu Deus que te faça ver um sinal, quer provenha da profundeza da terra, quer venha das alturas do céu”. 12Mas Acaz respondeu: “Não pedirei nem tentarei o Senhor”. 13Disse o profeta: “Ouvi então, vós, casa de Davi; será que achais pouco incomodar os homens e passais a incomodar até o meu Deus? 14Pois bem, o próprio Senhor vos dará um sinal. Eis que uma virgem conceberá e dará à luz um filho, e lhe porá o nome de Emanuel”.
- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.

Responsório (Sl 23)
— O Senhor vai entrar, é o Rei glorioso!
— O Senhor vai entrar, é o Rei glorioso!
— Ao Senhor pertence a terra e o que ela encerra, o mundo inteiro com os seres que o povoam; porque ele a tornou firme sobre os mares, e sobre as águas a mantém inabalável.
— “Quem subirá até o monte do Senhor, quem ficará em sua santa habitação? Quem tem mãos puras e inocente coração, quem não dirige sua mente para o crime.
— Sobre este desce a bênção do Senhor e a recompensa de seu Deus e Salvador.” “É assim a geração dos que o procuram, e do Deus de Israel buscam a face.”

Evangelho (Lc 1,26-38)
— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.
26No sexto mês, o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galileia, chamada Nazaré, 27a uma virgem, prometida em casamento a um homem chamado José. Ele era descendente de Davi e o nome da Virgem era Maria. 28O anjo entrou onde ela estava e disse: “Alegra-te, cheia de graça, o Senhor está contigo!”
29Maria ficou perturbada com estas palavras e começou a pensar qual seria o significado da saudação. 30O anjo então disse-lhe: “Não tenhas medo, Maria, porque encontraste graça diante de Deus. 31Eis que conceberás e darás à luz um filho, a quem porás o nome de Jesus. 32Ele será grande, será chamado Filho do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi. 33Ele reinará para sempre sobre os descendentes de Jacó, e o seu reino não terá fim”.
34Maria perguntou ao anjo: “Como acontecerá isso, se eu não conheço homem algum?” 35O anjo respondeu: “O Espírito virá sobre ti, e o poder do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra. Por isso, o menino que vai nascer será chamado Santo, Filho de Deus. 36Também Isabel, tua parenta, concebeu um filho na velhice. Este já é o sexto mês daquela que era considerada estéril, 37porque para Deus nada é impossível”. 38Maria, então, disse: “Eis aqui a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a tua palavra!” E o anjo retirou-se.
— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

Homilia
Maria é a agraciada! Eu fico olhando para o mundo em que se celebra o Natal: há luzes, árvores de Natal, cartões, Papai Noel, mas não vamos à árvore primeira, pura, sem mácula, a árvore que gera a vida, aquela que nos traz a vida. Essa árvore fecunda, abençoada, pura e sem mancha, é a Virgem Maria. Quando o Anjo diz que ela é agraciada, toda cheia da graça, é porque o que vem dela é o que nos salva e redime. Por isso, o filho que sai dela se chama Jesus, porque Ele é o nosso Salvador.
Precisamos nos voltar, neste tempo de graça, para o milagre único e radiante que se realiza no ventre da Virgem Maria, dele brota o novo paraíso, a nova humanidade.
Uma humanidade para ser salva precisa de alguém que a resgate. Aquele que regasta e salva essa humanidade tem nome, chama-se Jesus, Ele brota e vem do ventre da Virgem Maria. Por isso, o mistério do Natal se esconde em Maria, se manifesta nela. As luzes que brotam e vêm para iluminar os nossos corações vêm do ventre de Maria. Por isso, paramos para contemplar, para reconhecer as grandezas d’Aquele que se faz pequeno no ventre de uma mulher.
Eu fico admirado quando vejo nossas mulheres engravidarem. Veja que beleza é a barriga da mulher quando vai crescendo! É a vida que vai se manifestando com o desejo de vir até nós.
Eu fico a contemplar Deus que desce do Céu, encarna-se no ventre de Maria e vem ao nosso encontro. Não há melhor lugar, não há melhor maneira de vivermos a intensidade, a espiritualidade, a mística natalina do que nos voltarmos para o ventre daquela que concebeu Jesus. Ali, o homem novo é gerado, a mulher nova é gerada, ali somos refeitos, recriados, entramos no paraíso que se perdeu com o pecado de Adão e com os nossos pecados.
O ventre de Maria é o lugar da contemplação, do silêncio, da espera e de saber aguardar. Vivemos nos tempos da ansiedade que toma conta do coração de todos os homens e mulheres. Maria irrompeu a ansiedade da história para se colocar na serenidade do Espírito para fazer do seu ventre o lugar da morada de Deus.
Queremos ver Jesus, contemplar o lugar de onde Ele veio.
Deus abençoe você!
Share on Google Plus

Sobre Ricardo Adriano

Sou pedagogo de formação, amo música, livros, poesias, trabalho com jardinagem e tudo um pouco, já fiz "um pouco". Sou amante da vida, da informação, das notícias que são levadas a você leitor (a). Estamos aqui para interagir. Obrigado por acessar este espaço.

0 comentários: